segunda-feira, 22 de agosto de 2011

Unipac reunirá docentes, estudantes e profissionais da Química para debate científico

O ano internacional da Química, comemorado este ano, intensificou uma série de debates, congressos e simpósios em todo o mundo. No Brasil, por meio da Sociedade Brasileira de Química (SBQ), o conjunto de ações desenvolvidas pelas instituições de ensino também é uma maneira de congregar a comunidade de químicos brasileiros.

A Faculdade Presidente Antônio Carlos de Ipatinga (Unipac) segue essa tendência e realiza o 1º Simpósio dos Profissionais e Estudantes da Química – Sipeq. Com o tema “Químico, Inovação e sustentabilidade”, o evento será entre os dias 2 e 4 de setembro, nas dependências da Unipac Ipatinga, no bairro Bethânia. O evento conta com workshops, minicursos, palestras e apresentação de trabalhos em sua programação.

De acordo com o coordenador do curso de Engenharia Química da Unipac Ipatinga, William Argolo Saliba, o Sipeq oportuniza discussões relacionadas à área da Química, além de promover o reconhecimento da ciência. “A Química tem grande influência em nosso cotidiano. Com os debates que realizaremos no evento, pretendemos mostrar a sua importância para as tecnologias e para o bem-estar da sociedade”, pontua.

Cientistas engajados

Entre os principais objetivos do Sipeq, William ressalta a valorização dos profissionais da Química. “Neste evento homenagearemos uma das cientistas de grande relevância para a área: a polaca Marie Curie. Em 2011, completam 100 anos que a especialista recebeu seu segundo Prêmio Nobel pelas suas descobertas no campo da radioatividade”, pontua o coordenador.

A realização do Sipeq é possível graças a uma engajada equipe de docentes e alunos. Leonardo Bertolini Siqueira Gomes, do 8º período de Engenharia Química, é um dos estudantes com participação efetiva no evento. “O evento é uma oportunidade de crescimento profissional e de desenvolver novos projetos na área química. A iniciativa busca contribuir tanto com a sociedade quanto com as pesquisas acadêmicas e, sobretudo, com os desafios dos profissionais que estão no mercado”, explica o aluno. Recentemente, Leonardo apresentou um projeto acadêmico desenvolvido no curso no IX Congresso Brasileiro de Engenharia Química - Iniciação Científica (COBEQ-IC) e o IV Simpósio de Engenharia Química, em Maringá (Paraná).

Mercado

Também coordenadoras do Simpósio, as professoras Debora Pinheiro Guimarães Mendes e Juliana Franco de Castro Eler destacam que o principal benefício do Sipeq é o envolvimento da comunidade acadêmica com os profissionais do mercado de áreas correspondentes à química – como cosméticos, ambiental, qualidade, reciclagem, entre outras. “A participação de algumas empresas no evento permitirá aos participantes do evento conhecer outras vertentes de atuação dos profissionais da química, permitindo uma rica troca de conhecimentos”, destaca Debora.

Juliana Eler cita a palestra da coordenadora de Reciclado da Magnesita Refratários - unidade de Contagem, Daniele Fonseca de Lima, que discorrerá sobre “Reciclagem de refratários”. “O tema remete a um programa de reciclagem inovador implantado recentemente na empresa onde a palestrante trabalha”, esclarece.

Além da palestra, o minicurso “Análise Sensorial da Cerveja Artesanal”, ministrado por Rafael Patrício, da Cerveja Mobbier, trará outra perspectiva de nicho de mercado para os estudantes. “Um dos grandes momentos do Sipeq será o contato com mais uma modalidade onde o engenheiro químico pode atua: a cervejaria”, enfatiza Leonardo Bertolini.
 
No segundo dia do evento, 3 de setembro, os participantes do Sipeq terão mais uma oportunidade de agregar conhecimento do mercado ao acadêmico. Nesse dia, será realizada uma mesa-redonda, das 16h30 às 18h30, onde será discutido o mercado de trabalho.

Inscrições

Além se atualizarem sobre as inovações na área da Química, graduandos, técnicos, profissionais e docentes podem se inscrever até o dia 24 de agosto para apresentação de trabalhos científicos durante o evento. “Esta é mais uma oportunidade para novos acadêmicos mostrarem os trabalhos desenvolvidos no curso para os profissionais que também participam do Sipeq”, ressalta William Saliba.  

Para inscrever pesquisas no Simpósio, é necessário adequar o trabalho a um relatório padrão e para enviá-lo ao comitê cientifico para avaliação. Após a análise, alguns trabalhos serão selecionados para apresentação durante o Sipeq. O site para inscrição ou mais informações é http://www.sipeq.com.br/.
Encerradas as exposições, uma banca examinadora escolherá três pesquisas, cujos autores serão premiados.

Serviço

As inscrições podem ser feitas pelo site www.sipeq.com.br. Taxa de inscrição: profissionais - R$ 73 | estudantes de graduação - R$ 53 | técnicos - R$33.

A inscrição possibilita a participação em todas as atividades do Sipeq - palestras, coquetel de abertura e minicursos. O valor pode ser parcelado no cartão de crédito em até 12 vezes.