quarta-feira, 6 de abril de 2011

Inep faz pesquisa para saber como os formados estão no mercado de trabalho

O Inep começou este mês um estudo inédito para identificar como os formados no ensino superior estão no mercado de trabalho. A pesquisa será enviada por e-mail para os participantes do Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade) de 2005 e 2008.

Os alunos terão até o dia 29 para responder o questionário sobre emprego e empregabilidade. Eles também informarão ao Inep como o currículo acadêmico ajudou na formação profissional. O formulário contém dezesseis questões e leva em média cinco minutos para ser respondido. Também há duas perguntas subjetivas que possibilitarão ao candidato sugerir melhorias para o curso estudado. Caso o concluinte não receba a pesquisa ele pode acessar a pesquisa no site http://questionarioEgresso.inep.gov.br e responder as questões.

Qundo o aluno acessar o sistema será necessário informar CPF, unidade federativa da instituição de ensino e a sua graduação. Todas essas informações serão validadas na base de dados da Receita Federal e do Inep. A pesquisa não divulgará respostas individuais.

A iniciativa integra o estudo qualitativo do segundo ciclo avaliativo do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (Sinaes), dos anos 2005 e 2008. Esse estudo é composto por quatro variáveis que permitem medir a evolução dos cursos sendo elas as médias do Enade, do Conceito Preliminar de Curso (CPC), os relatórios de autoavaliação realizados pelas instituições e, agora o perfil dos egressos.

Os resultados deverão ser divulgados no segundo semestre deste ano. Em breve, as informações do primeiro ciclo avaliativo, anos 2004 e 2007, estarão disponíveis na página do Inep.

Em 2005 e 2008, o Enade avaliou os cursos de Arquitetura e Urbanismo, Biologia, Ciências Sociais, Computação, Engenharia (dividida em oito grupos), Filosofia, Física, Geografia, História, Letras, Matemática, Pedagogia e Química. No último ano foram acrescentados os cursos superiores de tecnologia em: Construção de Edifícios, Alimentos, Automação Industrial, Gestão da Produção Industrial, Manutenção Industrial, Processos Químicos, Fabricação Mecânica, Análise e Desenvolvimento de Sistemas, Redes de Computadores e Saneamento Ambiental. Em 2011, essas áreas serão avaliadas novamente.

Assessoria de Comunicação com informações do Inep/MEC
Imagem da Internet